Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, 21 de dezembro de 2014

Acreditar e Amar

ACREDITAR E AMAR
texto de Paulo Roberto Gaefke



* * *

Escreva com letras bem folgadas e bem alinhadas no papel:
-Eu estou pronto para ser mais feliz a cada dia!
Repita isso em seu cérebro até virar um mantra, uma poesia.
Até que você comece realmente acreditar que já é feliz 
e que pode ficar muito, muito mais feliz.

Acreditar que as coisas boas são para você.
Que o que você deseja é do bem,
e é para você também.

Assim, vamos desbloquear aqueles pensamentos negativos,
dores do passado, remorsos, medos, tristezas espirituais.
E até a dor do calo que não larga do seu pé (literalmente).
Acreditando então, que tudo realmente é possível,
e que os obstáculos serão vencidos um por um,
a felicidade surge naturalmente.
Sem pressa, sem criar monstros internos.

A realidade é feita pelos sonhos que acreditamos ser possibilidades.
É feita de tentativas e mais tentativas que fazemos sem medo.
Quando temos aquela certeza de que venceremos, não olhamos para trás.
Nem para os problemas, nem para as montanhas.
Apenas para a solução, para a conquista.

Acredite: você pode ser mais feliz a cada dia.
Com muito ou com pouco, você decide.
Só não vale desanimar, nem desacreditar.
Você só precisa se amar,
e começar…


domingo, 23 de novembro de 2014

Elogie


Elogie. 

Ao elogiar, o elogio beneficia, 

em primeiro lugar, a você mesmo. 

Um bom pensamento sai de você e, 

nesse sair, nesse emitir, 

você consegue um aumento de bondade 

e de capacidade para formular bons pensamentos. 

 Por outro lado, a pessoa elogiada, 

ao se sentir feliz, 

manda vibrações bondosas em direção a você. 

Talvez sinta que da vida só recebe condenações, 

exigências, sacrifícios. 

Quando seu elogia chega, 

é como a água para quem tem sede. 

Se você elogia, 

você eleva a pessoa e eleva-se também. 

O seu elogio faz um bem maior 

do que você pode imaginar. 


Lourival Lopes

sábado, 8 de novembro de 2014

Ser alegre é sabedoria da alma.


Deixe a alegria sair. 

Não se alegre somente mediante acontecimentos favoráveis. 

Nem ponha sua alegria na dependência de outras pessoas. 

A alegria já está dentro de você, 

palpitante, viva, completa, querendo sair. 

Solte-a. 

A sua alegria nasce espontaneamente

quando você vibra com Deus

e firma os princípios de solidariedade, paz e compreensão. 

Viva com alegria. 

Ser alegre é sabedoria da alma. 




Lourival Lopes

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Em nós




*

Não sofras porque outros lhe traguem desilusões. 

Aqueles que, porventura, nos perseguem, 

são ainda quais nós mesmos: acertam e erram. 

Sentimo-nos felizes quando somos compreendidos e desculpados. 

Aprendamos a entender e a tolerar igualmente. 

Se esperamos pelos outros para sermos

auxiliados na solução de nossos problemas, 

 é natural que os outros esperem também por nós. 


*

Emmanuel Livro: 
Sinais de Rumo Francisco Cândido Xavier, 
por Espíritos Diversos 
GEEM – Grupo Espírita Emmanuel Sociedade Civil Editora

sábado, 13 de setembro de 2014

A caminho dos objetivos




Que a vida seja um ir e vir de acontecimentos sem que a perda dos objetivos fiquem pelo caminho. Lembrando que os objetivos são o manche da existência, pois são eles que nos dirigem, são eles que nos levam onde queremos chegar. 

Quando o desânimo e as desilusões abaterem o coração e a mente o melhor sempre é a reação, pois tudo tem sua passagem, nem todas as tormentas vão sempre ser tormentas e nem toda escuridão será sempre escuridão. Tudo se renova dia a dia por isso é imperioso dizer que se vive cada dia de uma vez, cada tempo a seu tempo. 

A luz de Deus sempre procura uma maneira de clarear os caminhos, não percas a fé jamais nem tão pouco a força e a determinação que se faz necessária para trilhar a vida. 

Força , coragem, determinação e perseverança são as chaves que Deus coloca a disposição para a abertura das portas da vida. 



(Desconheço a autoria)

domingo, 31 de agosto de 2014

Escolha ser Feliz




Somos livres 

e fazemos escolhas 

durante a trajetória na terra,

utilizamo-nos do livre arbítrio 

para traçarmos nossa vida 

e nela escolhemos o que queremos vivenciar. 

Muitos acabam perdendo-se pelo caminho. 

Por escolhas equivocadas, persistem nos erros 

e com isso desvalorizam sentimentos como o amor, 

a humildade e a caridade para viverem o orgulho, 

a inveja, a soberba e o egoísmo. 

Com isso jogam fora oportunidades fantásticas 

de serem felizes e, principalmente, 

de tornarem as pessoas que 

compartilham de sua vida felizes. 

Porque ser feliz é muito simples, 

se você preza pelos bons sentimentos e pensamentos, 

preza pelo amor ao próximo e consequentemente 

por seu bem estar e quer que tudo a sua volta esteja 

em perfeita harmonia e sintonia com as boas vibrações, 

isso só é possível se propagarmos alegria 

e contentamento em todas as nossas ações. 

Sejamos então mais cautelosos quanto às nossas escolhas, 

o que queremos vivenciar, se a felicidade ou a tristeza 

de não ter pensado antes de tomar qualquer atitude 

diante das situações que se apresentam em nossa vida. 

Ser feliz é uma escolha individual, 

portanto seja você o exemplo de felicidade 

para aqueles que ainda não sabem 

o que é ser verdadeiramente feliz. 

*

(Desconheço a Autoria)

sábado, 16 de agosto de 2014

Reino Íntimo

Que a Terra ainda é um mundo de expiações e testes constantes, não há que duvidar. Dificuldades e obstáculos repontam de toda a parte. Entretanto, em qualquer situação, ser-nos-á possível criar um mundo à parte, em que a paz nos ilumine em direção do futuro. 

Encontrarás, talvez, os que te golpeiam o coração, lesando-te o campo afetivo,  qual se compromissos assumidos nada valessem, ante a dominação do prazer; contudo, podes assegurar a tranquilidade própria, com o esquecimento de semelhantes agressões, nas quais os agressores se fazem infelizes por eles mesmos. 

Terás pela frente, em muitas ocasiões, a perseguição e a injustiça; no entanto, saberás imunizar-te contra os males do ressentimento, desculpando as injúrias. 

Provavelmente, conhecerás grandes perdas da parte de amigos aos quais te empenhaste, de alma e coração; todavia, surpreenderás na própria fé a energia para reiniciar a construção de tua segurança, na certeza de que a cada um de nós a vida atribuirá isso ou aquilo, segundo as nossas próprias obras. 

Perderás, talvez, afeições numerosas que te deixarão a sós, nos instantes difíceis, porém, saberás agir compreensivamente, buscando o bem, com o olvido de todo mal, e assim aprenderás a identificar os verdadeiros amigos, elegendo em teu favor uma seleção de companheiros capazes de amparar-te e de entender-te nos encargos que foste chamado a cumprir. 

O mundo é um palco imenso de provas e tribulações, funcionando à maneira de escola em que se nos apresentam vários tipos de educação e aprimoramento, mas nessa área imensa de lutas, podes perfeitamente criar, nos recessos da alma, a fé e a serenidade, a coragem e a fortaleza que podem garantir a paz e a segurança dentro de ti. 


(De “Inspiração”, de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel).


* * *

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Todos Somos Iguais


" Todos somos iguais. 

Você pensa que os outros não têm o seu defeito,

as suas limitações, as suas dificuldades. 

Isso o oprime. 

Raciocine, porém, claramente. 

Você tem idéia do que o futuro a eles reserva? 

Compreenda. 

Deus, justo, não faria um melhor que outro. 

Não inveje.

Espere com paciência. 

Boas mudanças sobrevêm a você. 

Tomar consciência da justiça diviva é 

se preparar para as boas novas do amanhã. '


*

Lourival Lopes

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Auto Aceitação

Auto aceitação 


Um elemento imprescindível para a felicidade do ser humano é a auto aceitação. Isto pressupõe que você não renega a si mesmo, ainda que reconheça em si alguma imperfeição. 

Pessoas excessivamente cobradas na infância, cujos pais exigentes os comparavam a outros, sempre procurando demonstrar que eram inferiores, seguirão ao longo da vida com o sentimento de inadequação e de insuficiência. 

A cobrança exagerada os leva a exigir de si próprios a obrigação de fazer sempre mais, para alcançar o reconhecimento do mundo. Enquanto não formos capazes de aceitar que dificilmente poderemos ter sucesso o tempo todo e agradar a todos ao mesmo tempo, a ideia de inferioridade nos perseguirá como uma sombra. 

É essencial que possamos reconhecer nossas limitações e queiramos superá-las. Mas, ao mesmo tempo, é importante entender que algumas delas são impossíveis de serem vencidas, simplesmente porque são parte integrante de nossa natureza. 

Cada ser humano nasce dotado de talentos e habilidades para determinadas ações e isto difere enormemente de uma pessoa para outra. O que não significa ser necessariamente superior ou inferior. 

Comparar-se é o que de pior se pode fazer. Pois, na comparação, deixamos de levar em conta que cada um constitui uma expressão única do divino. Aceitar nossa natureza essencial e ser capaz de reconhecer, tranquilamente, nossos pontos fortes, bem como as nossas debilidades, é a melhor maneira de nos ajustarmos ao mundo, sem depender de ser aplaudido por ele, o tempo todo. 


"...O eu idealizado é um tirano cruel que não admite erros. Você tem que ser o melhor entre os melhores, a pedra mais preciosa. Então, você se coloca em um movimento compulsivo de fazer, e está sempre se cobrando, se punindo e exigindo de si mesmo. Isso não permite que você relaxe para perceber que você já é um diamante - você já é a pedra mais preciosa, e é justamente essa compulsão de provar algo para o mundo que o impede de manifestar seu brilho" - Sri Prem Baba


Texto de :: Elisabeth Cavalcante ::

quinta-feira, 12 de junho de 2014

As boas notícias que são benvindas

Estamos cansados de visitar sites de notícias ou ligar a TV e ver coisas ruins acontecendo todos os dias, a maioria delas causada por humanos. Infelizmente o mundo está cheio de pessoas ruins e parece que nada podemos fazer quanto a isso, mas será que demonstrar e compartilhar atos de amor e generosidade ajudam um pouco?


1 – Uma jovem egípcia ajuda um filho de vendedor de rua a aprender a ler:



2 – Um estudante virou uma cadeira humana para 
uma senhora que precisava sentar 
quando eles ficaram presos num elevador:



3 – Essa pessoa impediu que o carro do seu vizinho fosse encharcado,

“Você deixou a janela aberta, então coloquei um saco nela 
para manter o interior do carro seco. 
Tenha um bom dia! Do seu amigável vizinho, Gilligan”:


4 - Este homem lê todos os dias na hora do almoço 
para um colega de trabalho que não pode ler:


5 – Essa ação no dia dos namorados 
 Flores grátis para alguém que você ama:


6 – Um homem deixou de correr para pegar o trem 
para ajudar essa senhora com suas malas:


7 – O dono de um falecido cachorro que adora os animais 
e quer lembrar as pessoas de aproveitarem cada momento 
com seus cães : “Em memória de Phoebe 
 Por favor, pegue uma bola de tênis para seu cachorro se divertir. 
Você pode colocá-la de volta na caixa 
para que outros cães brinquem também. 
Lembre-se de viver cada momento como o seu cachorro: 
com amor incondicional, lealdade e alegria.”:


8 – Este senhor pegou uma grande guarda-sol 
da mesa mais próxima para ajudar 
essas senhoras a chegarem no carro:


9 – O homem que ensina novamente o alfabeto à sua esposa 
depois dela ter perdido a memória devido a um AVC :


10 – Essa mulher comprou duas refeições para compartilhar 
um momento com um morador de rua:



( Mensagem recebida por email )

segunda-feira, 26 de maio de 2014

A Magia do Amor




O amor possui, entre seus latentes potenciais, a capacidade de reduzir o peso das coisas, o natural ímpeto de remover obstáculos. O inato desejo de extravasar o heroísmo, a magnanimidade e a beleza que existe em todas as coisas. 

O amor é, em essência, o parâmetro mais tangível que revela a grandeza de uma pessoa. Quando um indivíduo utiliza o amor como variável para conduzir sua vida, o horizonte da grandiosidade, da elevação e da imortalidade brilha incandescentemente frente aos seus olhos, pulsa ardentemente no âmago de seu coração e atua deliberadamente na fantástica rede de sua afável e objetiva cognição. 

O amor é o sopro de existência que urge por manifestar-se na vida de cada indivíduo e, nesta acepção, cada pessoa possui plena liberdade para transbordar, ou não, as infindas moléculas do amor que emanam de sua natureza. 



Cargnin dos Santos, Tadany
Pensamento 1000. 

quarta-feira, 7 de maio de 2014

A mente é terra fértil


*

A sua mente é terra fértil. 
Os bons pensamentos rendem
os frutos da paz e da alegria. 
Os maus rebentam espinhos de
intranqüilidade e de amargura. 
Agem poderosamente sobre
o seu agora e o seu amanhã. 
Cultive a mente. 
 Vibre com o potencial que ela tem.
Utilize-o o mais que puder. 
Plante só o que é bom. 
Espere a colheita, calmamente. 
Caminhe, sirva, trabalhe. 
Sua mente é solo bom. 
Na lavoura da mente, 
as sementes do bem 
produzem a felicidade. 

*

 ( Lourival Lopes )

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Quando me amo ...



Quando me amo... 

Acendo uma luz que clareia meus porões esquecidos, 
deixando para trás os erros e derrotas de tempos idos, e volto a respirar. 

Quando me amo... 

Aprendo a olhar para dentro, descobrindo-me em parte “potência”, 
em parte “possibilidade” – aquilo que já sou, aquilo que serei; 
onde já estou, onde quero estar. 

Quando me amo... 

Acolho-me feito mãe acolhe um filho ferido: dando colo, 
amparando o choro, aconselhando a refazer os caminhos. 
Não me engole a culpa; não me desestimula a derrota. 

Quando me amo... 

Cuido do corpo, como o lavrador cuida de sua enxada – instrumento preciso 
de trabalho e de vida adorada. Cuido também da nutrição da alma: 
o que escolho assistir, o que escolho ler, pensar e dizer. 

Quando me amo... 

Vejo minh´alma como a escultura debaixo do mármore de Michelangelo, 
e entendo que a dor é cinzel que vai retirando um pouco aqui, 
um pouco lá, até que tudo se transforme em belo Davi. 

Quando me amo... 

Clareio também a tua face, pois toda luz não fica guardada, 
não há quem disfarce, um farol a reluzir sobre um monte erguido no ar. 

Quando me amo... 
 
Inspiro o teu auto amor, para que possas te amar e crescer, 
assim como nova flor, que um dia foi broto, que um dia foi semente, 
que um dia foi sonho de florescer. 

Quando me amo...

Amo-te com mais profundidade, pois conhecendo-me, 
conheço-te melhor também. 


* * * 

A proposta de Jesus em torno do amor é das mais belas 
psicoterapias que existe: 

Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, 
numa trilogia harmônica. 

Como ainda temos dificuldade em conceber o absoluto, 
para nos adequarmos à proposição crística, 
invertemos a ordem do mandamento, amando-nos de início, 
afim de desenvolver as aptidões que dormem em latência 
e acumularmos valores iluminativos, ao longo dos dias. 

Assim, nosso grande caminho de amor precisa começar com o auto amor, 
pois sem auto amar-se, o homem não consegue amar ao seu próximo 
e tão pouco amar o Criador. 

Começamos a jornada dentro de nós, pois auto amor pede 
autoconhecimento, pede mergulho profundo para dentro de nós. 

O autoconhecimento é o meio prático mais eficaz que temos para 
melhorar nesta vida e resistirá atração do mal. 

E quem trabalha por sua melhora está se auto amando. 

Cada movimento que fazemos no sentido de desenvolver nossas aptidões, 
e de acumular valores que nos façam pessoas melhores, é auto amor. 

Naturalmente, esse amor a nós mesmos nos conduzirá ao nosso próximo. 

Primeiro, porque o auto amor só se constrói e se vitaliza no encontro. 

Segundo, porque quando temos uma cota de amor mais madura, 
mais consciente, conseguimos amar o outro melhor. 

Nossas relações se harmonizam, nosso coração fica em paz, 
nossas angústias desaparecem. 

 * * * 

Que possamos nos proporcionar mais momentos de autoencontro, 
com o objetivo de aprimorar nosso autoamor, 
que é a chave de todo nosso desenvolvimento no Universo. 



Redação do Momento Espírita

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Hoje Sim




Ontem passado. 

Amanhã futuro. 
Hoje agora.
Ontem promessa.
Amanhã probabilidade.
Hoje ação.
Ontem parecia.
Amanhã quem sabe?
Hoje sem dúvida.
Ontem anseio.
Amanhã mudança.
Hoje oportunidade.
Ontem sementeira.
Amanhã colheita.
Hoje seleção.
Ontem não mais.
Amanhã talvez.
Hoje sim.
Ontem foi.
Amanhã será. 
Hoje é.
Ontem experiência adquirida.
Amanhã lutas novas. 
Hoje, porém, 
é a nossa hora 
de fazer 
e de construir. 


Francisco Cândido Xavier 
Emamanuel

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Diga: Sou feliz!


Diga: Sou feliz! 

Mas não diga só por dizer, da boca para fora, 

como quem apenas se desincumbe de uma obrigação. 

Encha o peito, respire fundo, 

compreenda a importância de ser feliz e proclame, 

de coração, que é feliz, 

que a felicidade lhe corre nas veias, 

que nada tem para reclamar da vida. 

Não é fácil dizer-se feliz se ouvir a voz interior dos erros, 

do pessimismo, dos sentimentos de vítima. 

É preciso combatê-los, combatê-los, 

combatê-los até vencê-los, 

e poder dizer com segurança que, 

de fato, está feliz. 

E continue feliz. 


Lourival Lopes

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

O Homem Inteligente

" Em verdade, o homem inteligente não é aquele que apenas calcula, mas sim o que transmite o próprio raciocínio em emoção para compreender a vida e sublimá-la. Podendo conquistar as riquezas do mundo, abstém-se do excesso para viver com simplicidade, sem desrespeitar as necessidades alheias. Guardando o conhecimento superior, não se encerra no orgulho, mas aproxima-se do ignorante para auxiliá-lo a instruir-se. Dispondo de meios para fazer com que o próximo se lhe escravize ao interesse, trabalha espontaneamente pelo prazer de servir. E, acumulando virtudes inatacáveis, não se furta à convivência com as vítimas do mal, agindo, sem escárnio ou condenação, para libertá-las do vício. O homem inteligente, segundo o padrão de Jesus, é aquele que, sendo grande, sabe apequenar-se para ajudar aos que caminham em subnível, consagrando-se ao bem dos outros, para que os outros lhe partilhem a ascensão para Deus. "



De “Religião dos Espíritos”,
de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel
Reunião pública de 22-5-59 – Questão 592 de “O Livro dos Espíritos”