Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Na Fronteira


Assim como na fronteira, 
onde apenas um passo nos leva de um país para outro, 
apenas algumas horas nos separam do ano novo, 
mas para os que sabem ver além, 
para os que querem uma nova oportunidade, 
para os que se decidem por dias melhores, 
a diferença começa agora, nesse instante. 

Seu pensamento deve se renovar, 
novos sonhos e desejos devem se formar, 
novas atitudes, pequenos gestos amorosos, 
pedir perdão para alguns, perdoar outros, 
deixar a "velha bagagem" na "rodoviária do tempo", 
e partir com sede de "vida", sem peso extra, 
levando apenas o desejo sincero de se RENOVAR", 
e viver cada novo dia como se fosse o último, 
para ser para sempre, o primeiro de muitos dias felizes 
de um novo ano, de um novo você! 


'Paulo Roberto Gaefke'


Amigos, Feliz 2013!

Sissym

domingo, 23 de dezembro de 2012

O convidado especial

Como você sabe, está chegando novamente a data de "meu aniversário”.

Todos os anos fazem festa em minha honra e creio que este ano 
acontecerá a mesma coisa. Nesses dias as pessoas fazem muitas compras, 
o rádio e a TV fazem centenas de anúncios. Por todo canto não se fala de outra 
coisa a não ser dos preparativos para o grande dia. 

É bom saber que ao menos um dia por ano, 
algumas pessoas pensam um pouco em mim. 

Como você sabe, há muitos anos começaram a festejar "meu aniversário". 
No começo, pareciam compreender e agradecer o que fiz por eles, 
mas hoje em dia, ninguém sabe por que razão o celebram. 
As pessoas se reúnem e se divertem muito, mas não sabem do que se trata... 

Estou me lembrando do ano passado: ao chegar o dia do meu aniversário, 
fizeram uma grande festa em minha honra. Havia coisas deliciosas na mesa, 
tudo estava decorado e havia muitos presentes... mas sabe de uma coisa? 
Não me convidaram! 
Eu era o convidado de honra e ninguém se lembrou de me convidar! 
 A festa era para mim e quando chegou o grande dia, fecharam a porta na minha cara. 


Bem que eu queria partilhar a mesa com eles... 
A verdade não me surpreendeu porque, nos últimos anos, 
muitos me fecham a porta. Como não me convidaram, 
ocorreu-me entrar sem fazer ruído, entrei e fiquei num cantinho. 

Estavam todos brindando, alguns já estavam embriagados, 
contando piadas, rindo, divertindo-se. 

Aí chegou um VELHO GORDO, VESTIDO DE VERMELHO, 
COM BARBA BRANCA E GRITANDO: HO! HO! HO!. 
Parecia ter bebido demais... 
Deixou-se cair pesadamente numa cadeira e todos correram para ele dizendo: 

Papai Noel! Papai Noel! – como se a festa fosse para ele! 

Quando chegou meia-noite, todos começaram a abraçar-se. 
Eu estendi meus braços esperando que alguém me abraçasse... 
Quer saber? Ninguém me abraçou. 

De repente, todos começaram a entregar presentes, um a um, os pacotes foram 
sendo abertos. Cheguei perto para ver se, por acaso, havia algum para mim – nada! 

O que você sentiria se no dia de seu aniversário todos se presenteassem e não dessem nenhum presente para você? Compreendi, então, que estava sobrando na festa... 
Saí sem fazer barulho, fechei a porta, fui embora... 

Cada ano que passa é pior: as pessoas só se lembram da ceia, dos presentes, das festas... De mim ninguém se lembra. 

Gostaria que, neste Natal, você me permitisse entrar na sua vida, 
reconhecendo que há mais de dois mil anos vim ao mundo para 
lhe dar minha vida na cruz e, assim, poder salvar você... 

Hoje só quero que acredites nisso com todo seu coração... 

“ Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, 
para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16 

Vou dizer-lhe uma coisa:  
Já que muitos não me convidam para a festa que fazem, vou fazer minha própria festa.
Uma festa grandiosa como ninguém jamais fez, uma festa espetacular. 

Estou nos últimos preparativos e expedindo os convites. 
Este é especial para você. 

Só quero que você me diga se quer vir: 
reservarei um lugar para você e incluirei seu nome na lista dos que confirmaram... 
Os que não aceitarem, ficarão de fora. 
Prepare-se, porque quando tudo estiver pronto, 
quando menos se esperar, darei minha grande festa. 

Não se esqueça de enviar este convite também aos seus amigos... 
SOMENTE PARA OS AMIGOS ESPECIAIS.   
Assim como você é especial para mim, com certeza, 
há vários amigos que são especiais pra você. 

Desta maneira, vamos fazer uma festa com os “especiais”, afinal, 
“muitos serão os convidados, mas poucos serão os escolhidos”, sabe por que? 

Porque poucos aceitarão o CONVITE!

“Se, com tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, 
creres que Deus ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. 
Porque com o coração se crê para justiça 
e com a boca confessa a respeito da salvação.” 
 Romanos 10:9-10. 


Que Deus o abençoe! 



( Mensagem Espírita )

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Nossa Parcela


Talvez não percebas. 
Entretanto, cada dia, acrescentas algo de ti ao campo da vida. 
As áreas dos deveres que assumiste, 
são aquelas em que deixas a tua marca, obrigatoriamente, 
mas possuis distritos outros de trabalho e de tempo,
nos quais o Senhor te permite agir livremente, 
de modo a impregná-los com os sinais de tua passagem. 

Examina por ti mesmo as situações com que te defrontas, hora a hora. 
Por todos os flancos, solicitações e exigências. 
Tarefas, compromissos, contatos, reportagens, 
acontecimentos, comentários, informações, boatos. 
Queiras ou não queiras, 
a tua parcela de influência conta na soma geral 
das decisões e realizações da comunidade, 
porque em matéria de manifestação, 
até mesmo o teu silêncio vale.

Não nos referimos a isso para que te ergas, 
cada manhã, em posição de alarme. 
Anotamos o assunto para que as circunstâncias, 
sejam elas quais forem, 
nos encontrem de alma aberta ao patrocínio 
e à expansão do bem. 
Acostumemo-nos a servir e abençoar sem esforço, 
tanto quanto nos apropriamos do ar, respirando mecanicamente. 
Compreender por hábito e auxiliar aos outros sem idéia de sacrifício.

Aprendemos e ensinamos caridade 
em todos os temas da necessidade humana. 
Façamos dela o pão espiritual da vida. 
Acreditemos ou não, tudo o que sentimos, pensamos, 
dizemos ou realizamos nos define a contribuição diária no montante 
de forças e possibilidades felizes 
ou menos felizes da existência. Meditemos nisso. 

Reflitamos na parcela de influência e de ação 
que impomos à vida, na pessoa dos semelhantes, 
porque de tudo o que dermos à vida, 
a vida também nos trará

Chico Xavier / Emmanuel (espírito)