Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A consciencia de sua missão nesta vida




Frequentemente, eu me pergunto: 
“O que cada um de nós está fazendo neste planeta?”

Se a vida for somente aproveitar o máximo possível as horas e os minutos, esse filme é bobo. Tenho certeza de que existe um sentido melhor em tudo o que vivemos. Para mim, nossa vinda ao planeta Terra tem, basicamente, dois motivos: evoluir espiritualmente e aprender a amar melhor. Todos os nosso bens, na verdade, não são nossos.

Somos apenas as nossas almas.

E devemos aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá para nos aprimorarmos como pessoas. Portanto, lembre-se sempre que os seus fracassos são sempre os melhores professores e que é nos momentos difíceis que as pessoas precisam encontrar uma razão maior para continuar em frente. As nossas ações, especialmente quando temos de nos superar, fazem de nós pessoas melhores. A nossa capacidade de resistir às tentações, aos desânimos, para continuar o caminho é que nos torna pessoas especiais.

Ninguém veio a esta vida com a missão de juntar dinheiro e comer do bom e do melhor. Ganhar dinheiro e alimentar-se bem fazem parte da vida, mas, não podem ser a razão de viver. Tenho certeza de que pessoas como Martin Luther King, Mahatma Ghandi, Nelson Mandela, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, Betinho e tantas outras anônimas, que lutaram e lutam para melhorar a vida dos mais fracos e dos mais pobres, não estavam motivadas pela idéia de ganhar dinheiro.

O que move, então, essas pessoas generosas a trabalhar diariamente, sem jamais desistir?

A resposta é uma só: a consciência de sua missão nesta vida.

Quando você tem a consciência de que, através do seu trabalho, está realizando sua missão, você desenvolve uma força extra, capaz de levá-lo ao cume da montanha mais alta do planeta. Infelizmente, muita gente se perde nesta viagem e distorce o sentido de sua existência, pensando que acumular bens materiais é o objetivo da vida. E quando chega ao final do caminho percebe que o caixão não tem gavetas.

Se você tem andado angustiado sem motivo aparente, está aí um aviso para parar e refletir sobre o seu estilo de vida.

Escute a sua alma: ela tem a orientação sobre qual caminho seguir.

Tudo na vida é um convite para o avanço e a conquista de valores, na harmonia e na glória do bem.


(Roberto Shinyashiki)

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Abrindo caminho da felicidade



Não acredite que as insatisfações e os problemas 
 vão permanecer para sempre com você.
Eles são transitórios.
Variam de acordo com os pensamentos
que você tem sobre si mesmo,
com o modo pelo qual vê a vida,
com o que espera nela encontrar,
com o que pensa poder ou não fazer.
Acredite que os pensamentos construtivos operam milagres.
Confie em você.
E jamais aceite uma idéia que prejudique alguém.
Quem sabe acabar com as insatisfações
abre caminho para a felicidade.



Lourival Lopes

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Amor aos inimigos





Amar aos inimigos, na conceituação de Jesus, 
não será praticar servilismo ou bajulação

É compreender, acima de tudo, que as faltas daqueles que não se afinam conosco poderiam ter sido nossas e imaginar quão felizes nos sentiríamos 
se tivéssemos, porventura, os nossos erros desculpados e esquecidos, 
por aqueles aos quais tenhamos ofendido. 

Efetivamente, ser-nos-á possível amar aos nossos adversários, 
cultivando atitudes diversas, quais sejam: 

orar pela felicidade deles, no silêncio do coração, 
a envolvê-los em vibrações de paz e encorajamento; 

destacar-lhes as qualidades nobres, 
quando em conversação com pessoas amigas, 
ao redor de ocorrências que lhes digam respeito; 

desembargar, quanto se nos faça possível, 
de maneira oculta e indireta, 
os caminhos para as realizações que demandem; 

auxiliar-lhes os entes queridos, 
quando estejam à frente de problemas 
que lhes surjam no cotidiano, 
de modo a aliviar-lhes as provações; 

induzir companheiros a prestar-lhes apoio 
nas tarefas úteis a que se empenham, 
mentalizá-los sempre tranquilos e felizes; 

desencorajar quaisquer campanhas negativas, 
tendentes a suscitar-lhes desgostos e prejuízos; 
sobretudo, não nos referirmos, em tempo algum, 
a essa ou aquela dificuldade que nos hajam causado. 

Não digas, portanto, que não podes amar aos inimigos, 
porque existem vários meios de endereçar-lhes 
compreensão e afeto, sem humilhá-los 
com a nossa possível benevolência. 

Decerto Jesus, quando nos aconselhou amar aos ofensores, não desejava transformar-nos em carpideiras, junto daqueles que, acaso, não nos entendam ou nos firam e, sim, esperam que os tratemos a todos, na condição de irmãos autênticos e, tanto quanto nós, amados filhos de Deus. 

(De “Monte Acima”, de Francisco Cândido Xavier – Emmanuel)

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Torpedos maliciosos



Receber um torpedo por engano pode ser cômico, senão trágico, 
especialmente quando quem envia tem convicção do que está fazendo. 





Cena 1 (em caixa alta):

TO SEM INTERNET DESDE HOJE CEDINHO.  NÃO SEI PORQUE E QUANDO VOLTA. 9999-9999 É O NOVO CELULAR, O 7777-7777 JÁ ERA. AS OUTRAS OPERADORAS CONTINUAM OS MESMOS NÚMEROS. BEIJOS JOÃOZINHO.


Ele insiste muitas vezes e pelas dicas é possível identificá-lo.
Então, ela responde:

"Você enviou este torpedo para o número errado".


Cena 2 (em caixa alta):

VOCÊ NÃO LEMBRA DE MIM? E FIZEMOS MUITO SEXO VARIAS VEZES. MORO NO CONDOMÍNIO XYZ. SOU UM COROA. MAS PARECE QUE NADA REPRESENTOU PARA VOCÊ.



Ele ficou danado e não a deixou em paz. 
Santa Paciência entra em ação:


"Você está 100% equivocado. Se continuar, vou ter que lhe bloquear."





 
Cena 3 (em caixa alta):

FAÇA ISSO. VOCÊ MORAVA EM PIEDADE, PERTO DO CORPO DE BOMBEIROS. SIGA A SUA VIDA. TAMBÉM VOU BLOQUEAR SEU NUMERO EMAIL E TUDO MAIS.



Não satisfeito, envia mais um torpedo informando o numero da casa dela!

Sem PIEDADE, era hora de deixá-lo sem graça,
já que não pôde se dar ao trabalho de pensar um pouquinho.
Ela tinha certeza absoluta de quem se tratava.
Que mico!
Ela finaliza imaginando que vai ficar constrangido:


"É minha casa. Moro ao seu lado, no mesmo bairro... 
Meu pai faleceu tem quase 20 anos, minha mãe mora em outro país. 
Aliás, minha irmã é sua vizinha !!! Está se lembrando?! rsss
É mulher demais na sua vida e pior, fáceis. 
Lamento por você, "Coroa", não se preocupe, 
não tenho motivos para ficar zangada contigo."



(Baseado em fato real)