Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Eu vi, na minha frente, a indiferença

Hoje, na hora de meu almoço, optei um restaurante agradável na 
Praça Antero de Quental, Leblon, Rio de Janeiro.   
Fiquei atenta, na calçada de frente ao restaurante, pois ouvi o gerente comentar com uma cliente sobre ter chamado os paramédicos. 

O que notei em menos de 60 segundos:

Ao me dirigir à lateral onde ficam expostos os pratos, percebi um homem de uns 50 anos sentado, porém inconsciente.  Ele tinha como descargas elétricas no corpo. Parecia como convulsão, cheguei a pensar em epilepsia.  
Um garçon tratava de cuidar para que ele não caísse. 

Todas as pessoas sentadas ao redor dele não pareciam se importar. 
Continuavam conversando e comendo.
Como eu me preocupo demais com os outros, não sou médica e já haviam outras pessoas se responsabilizando, procurei sentar mais afastada.  Não adiantou, eu não conseguia parar de pensar, olhar, nem mesmo comer.

Eu desejo, de todo o coração, que aquele homem esteja bem a esta hora da noite.  Contudo, não tenho como esquecer a indiferença de todos ao redor.

Se aquele quadro tão triste não abalou a maioria presente, 
então... o mundo está perdido mesmo.
A fome, a miséria, a violência, o terror continuarão... 
pois o ser humano não é mais nada, senão o nada sem valor.

(Sissym)


Dicas de Primeiros Socorros


Os anjos cantam para que os humanos ouçam: 

 



" O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença. "
Érico Veríssimo

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

22 comentários:

  1. O que acontece com o ser humano minha querida, não é que somos indiferentes ou cruéis, mas com o passar dos tempos desenvolvemos um medo grande uns dos outros.

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida amiga Sissym, bom dia!!!
    Minha amiga, quanto mais vivemos, mais notamos a falta da parte humana em nosso ser, as pessoas estão ficando frias, estão trocando os sentimentos e emoções pela praticidade. A grande maioria não se importa com o que acontece à sua volta, nem mesmo com a saúde do seu próximo, a compaixão e o auxílio estão ficando em um segundo plano, as pessoas mal se cumprimentam... é uma pena, mais é a realidade, a indiferença impera... Valeu minha amiga! Tenha uma linda e abençoada quarta-feira, recheada com muitas alegrias! Beijos e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  3. Lamentável, Sissym, que a maioria das pessoas se comportem dessa maneira indiferente diante das fragilidades humanas e da miséria.

    ResponderExcluir
  4. Olá Sissym,nessa infeliz visão, conto-te uma bem rápida.
    Um dia, numa Rua, Espanhola, encontrava-se um casal a discutir,passando a atos cruéis perpetrados pelo marido,sobre a mulher.
    Um Senhor ao passar interfere a favor da Senhora.Após alguma discussão é chamada a policia.Sabes quem foi detido?O Homem que interferiu no casal.
    Na policia a mulher em conjunto com o marido acusaram o virtuoso homem de agressão em ambos e o caso seguiu para Tribunal.
    O fecho não sei,conheço esta história porque um amigo do Senhor me contou e foi seguido pela comunicação social local.

    Sissym sobre essa tua infeliz visão e conclusão,pensa nesta e logo chegarás a outra conclusão.Somos piores que os BICHOS.
    Obrigada
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Sissy,

    A indiferença e o isolamento social são marcas de uma sociedade egoísta, desumana e totalmente insensivel com seus membros, que são substituidos com peças de uma máquina estragada...

    O que te salva é esta humanidade e sensibilidade...

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. @Dú Pirollo: Luis,

    É tão triste isso. Hoje eu estava lendo sobre Seguros contra terceiros, ou de Direito Civil. Neste tipo de "prevenção", o ser humano mostra o quanto precisa se manter distante um do outro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. @Eduardo Montanari: Se puder, Eduardo, leia na ultima revista Veja sobre Seguros. Há um deles que é justamente para precaver contra loucuras de outros.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. @Beth Cruz: Beth, numa pequena brecha de nossas vidas, podemos imaginar a dimensão do egoismo crescente que toma conta, continuamente, do mundo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. @Geraldo: Geraldo,

    Não me salva, porque eu sofro... eu não sou mais deste mundo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. @Asantix: Outro dia tomei um onibus com minha filha pequena. Andamos muito até o ponto final a fim de sentarmos, pois pegaríamos congestionamento. De repente entrou uma mulher com um bebezinho no colo, bem novinho. Nenhum HOMEM que sentou nos bancos "amarelos" destinados às pessoas em casos especiais, tirou a "nádega" para ela sentar. Então, dei o meu lugar e não deixei de avacalhar os idiotas. Ouviram e fingiram que não era com eles.

    Estou cada vez mais chocada e nao sei como me adaptar a este mundo ao qual não fui criada.

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Sissym
    as pessoas estão muito frias ultimamente. Como disse a palavra de Deus nos ultimos tempos o amor de muitos esfriarão, e vemos isso bem nitidamente hoje em dia. Exemplo esses dias quase fui atropelado por parar minha moto na faixa de pedestre, para o pedestre atravessar... Agora pense comigo, as pessoas não param e quem para corre perigo. Muito injusto isso!
    Abraços amiga!

    ResponderExcluir
  12. @Nestor - Segurança do Trabalho nwn: Nestor, é uma situação triste, pode acontecer com qq um... nao queria ficar doente e ninguem olhar para mim, pois sempre sou solidária.

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Hoje quendo eu vinha para o trabalho fiquei observando o comportamento das pessoas no trânsito. Por que elas correm tanto?
    E mergulhados nesta correira se esquecem do quanto somos efêmeros e frágeis.
    Em um segundo, apenas um segundo, tudo pode se acabar, inclusive a vida.
    Triste minha amiga.
    Triste realidade...
    Mas, há execessões. Sempre há!.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. @Beth Muniz: Beth,

    Falando em transito e nos motoristas furiosos, velozes e furiosos: já reparou que se chove passam nas poças no cantinho havendo mais lugares por onde trafegarem? Já reparou que ao atravessarmos uma rua, o carro que está láááááá longe, de repente, aumenta bruscamente a velocidade?! Pois é...

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. ola boa tarde minha maninha , olha é triste mesmo que nos seres humanos não se importe com o proximo e o bem estar da pessoa a solidão é grande como mostra a imagem um lugar onde se reflete a respeito da humanidade apenas sobreviver e não viver.. a imagem me passou isso.. ha tbm ameio o video a menina loirinha é linda cantando abçs e bjs e um desejo de solidariedade ao povo

    ResponderExcluir
  16. @Paz-com-deus: Amigo, eu coloquei a menininha, que parece um anjinho, para fazer contraste com a dureza do comportamento dos adultos. Como as pessoas, ao passarem os anos, vão mudando e tambem se moldando às imperfeições diárias.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Estamos invisíveis aos olhos alheios...

    =\

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  18. Sissym minha amiga,

    O amor ao próximo foi furtado do coração de muitos por um ladrão chamado orgulho e indiferença, o se achar superior ou até mesmo o não querer se envolver tem se apoderado de corações que no final dos tempos ocuparão os mesmos espaços o pó da terra...

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. @Cecilia sfalsin: Falando nisso, Cecilia, já assistiu orgulho e preconceito? Ele é fantastico, pois aborda de maneira romantica o ego das pessoas e o que pode se perder ou ganhar.

    beijos

    ResponderExcluir
  20. Amiga, ¿podrías poner un traductor en el blog? a veces no consigo entender todas las palabras y me pierdo cosas de lo que escribes y no se por qué pero tampoco puedo copiar el texto para luego pegarlo en el traductor de Google. Por cierto, esta niña me encanta, es adorable, la conoci porque vi en tu blog en otra ocasión esta misma canción de esta niña y es una versión adorable de la canción de John Lennon. Muchos besos amiga y que tengas un fin de semana estupendo, por aqui tendremos lluvias,

    ResponderExcluir
  21. @Nieves: Querida Nieves, todos mis blogs tienen en la esquina superior derecha de la Google widget: Traducir ahora (now translate).
    A continuación, sólo elegir el idioma de su elección que automáticamente se traduce todo.
    Besos y gracias.

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada