Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Perseverança









Se você quer, realmente, conquistar a si mesmo
e ver até onde os seus valores o levam,
eleve os pensamentos.
Arranque-os do terra-a-terra.
Veja, com confiança, que pode, de fato,
fazer tudo com mais perfeição;
ter paciência, quando outros a perdem;
exercer os seus direitos de cidadão do Universo;
conquistar a paz interior com os próprios recursos;
elaborar planos e executá-los satisfatoriamente;
abrir o coração a Deus em completo agradecimento,
declarando-se amplamente satisfeito com a vida.
Não se encolha.
Quem proclama de coração uma forte vontade
de ir ao máximo que pode, recebe do
Universo as energias de que precisa.

Lourival Lopes

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Nossos Valores










Não se curve aos bens externos.
As suas posses devem estar subordinadas
aos seus princípios, aos seus valores.
Você não deve dobrar-se à tentação da
ganância, do poder ou de posições que
coloquem você como superior aos outros.
É abençoada a posse que bem lhe sirva.
Mas, aquela que atende apenas a você,
levando sofrimento aos outros, é nociva.
Ela é como uma carga tóxica que você
transporta nas costas e que, aos poucos,
contamina seu corpo e produz enfermidade.
Não se intoxique com a posse.
Ela também acaba.
Os seus bens externos devem dobrar-se,
humildemente,
diante do altar dos seus bens internos.

Lourival Lopes

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Receita do Doutor

Que receita maravilhosa!

Uma senhora estava vivendo sua terceira idade de maneira intensa, já nos seus 70 anos ela precisava ter fôlego de adolescente. Seu filho estava preocupado e resolveu esclarecer o que estava acontecendo.

- Não estou aguentando o "fogo" de seu pai. Estamos transando 03 vezes ao dia...

O filho ouviu com atenção e foi conversar com seu pai.

- Papai, eu sei o quanto sexo é bom e saudável. Mas a mamãe tá reclamando do seu exagero. O que está acontecendo? Está tomando algum remédio para deixá-lo tão excitado?!

- Nada disso, estou apenas seguindo orientação médica para rejuvenescer. Pode olhar a receita.

O filho então pegou o receituário e leu:


"COMER A VEIA 3 VEZES POR DIA"




Ou seja, não levem a vida tão a sério!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Genealogia

Eu estava vendo outro dia que recebo visitante de Bremen, Alemanha. Então comecei a pensar na minha família, tanto paterna quanto materna. Não possuo árvore genealógica de ambos. Obter da paterna seria mais fácil e da materna quase que impossível. Eu sei, segundo relatos de meu pai, que nossa família é muito antiga. Eu fui uma tolinha por nunca ter desenhado e anotado tudo que ele contou a respeito.


Vamos por parte...

Guimarães

A origem da família de meu pai é portuguesa. Ou seja, ele, irmãos, pais, tios e primos diretos, eram portugueses. Provenientes das cidades de Braga, Guimarães (como ele adorava frisar : "o berço da nação portuguesa") e Évora: onde tem outras origens espanholas e mouras.


Braga

Eu adorava ouvir meu pai falar das viagens, quando menino, na companhia de meus avós, onde passavam temporadas na quinta (não me lembro o nome, que falha!). Também adorava ouvir as histórias sobre meu bisavô que teve histórico nas Forças Armadas.


Évora

Os meus avós chegaram no Brasil por volta de 1910, vieram minha bisavó e02 irmãos: meu avô Mário e o irmão Bernardo. Até algumas décadas atrás, conhecíamos poucos com mesmo sobrenome, porém de outras origens. Felizmente, a Internet faz com que possamos conhecer um pouco mais. E nos tornamos ainda mais curiosos.

Quanto à minha mãe, está sim é dificílima de poder juntar qualquer informação. Ela é alemã, nascida em Berlin. Os meus avós maternos, alemães, tinham descendências também de russos e poloneses. É tudo que eu sei. O meu tio tentou por muitos anos contatar os poucos sobreviventes espalhados pelo mundo. Existem raras famílias nos EUA, na Inglaterra e aqui, em São Paulo. Claro, os sobrenomes vão mudando devido aos matrimônios contraídos.

O mais curioso nisso tudo que eu e minha irmã somos brasileiras nascidas, mas totalmente europeias. As minhas sobrinhas tem sangue europeu, já minha filha é "half", o pai é brasileiro.

Eu acho que todo mundo deveria tentar esboçar suas árvores genealógicas. É um registro das heranças deixadas, não quer dizer muita coisa para uns, porém para quem gosta de histórias reais pode ter assegurado uma biografia no futuro.

A genealogia é uma ciência que auxilia no estudo da origem, evolução e disseminação das famílias. É um estudo de parentesco através de sobrenomes e até apelidos. Pode se tornar importante em estudos sociológicos, na história da arte, direito e outros mais. O levantamento não é tão simples assim, ele é feito tanto pelos descendentes quanto os ascendentes. Havendo mudanças ortográficas com o passar do tempo, pode dificultar a montagem histórica, necessitando de conferir, se possível, os registros deixados.


Voltando a Bremen, eu não conheci esta linda cidade. Quando estive na Alemanha eu não tive tempo suficiente. Porém tudo que pude conhecer me deixou encantada, porque a Europa realmente fascina com sua história em muitos monumentos e arquiteturas. Bremen, cidade ao norte, se formou às margens do Rio Weser, a arquitetura é predominantemente gótica, como a Rathaus (Prefeitura), destacam-se a estátua de Roland (símbolo da luta por justiça e liberdade), construções medievais, referência aos Músicos de Bremen (Conto de Fadas escrito pelos Irmãos Grimm).





terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Carnaval Rio de Janeiro: observações visuais

O Carnaval já vai terminar e eu fiquei no Rio mesmo, não viajei.

A tardinha de sexta-feira, dia 12 de Fevereiro, caminhei pela Rua Bartolomeu Mitre, no Leblon, reparei os foliões nas ruas, sendo grande maioria jovens e muitos já se encontravam bêbados.

No sábado fui ao cinema com meus amigos, assistimos o eletrizante O Lobisomem, depois fomos papear num restaurante do Barrashopping.


Enquanto isso, muitos foliões já estavam se divertindo desde a véspera.

Até ontem, o calor estava dando uma trégua, para a alegria de quem queria aproveitar. Claro, tinha sol, mas não tão intenso. Eram muitos cariocas e turistas brincando nas ruas, indo aos bailes, assistindo pessoalmente os desfiles no Sambódromo ou mesmo sentados na frente das TVs em casa.

Aliás, ontem, segunda-feira, encontrei novamente o grupinho do cinema lá no Botafogo Praia Shopping. Sentamos para jantarmos no Kotobuki que tem uma estonteante vista para a Baía de Guanabara e o Pão-de-Açúcar.

Para me reunir com meus amigos, cada um vinha de direções diversas, optei pelo onibus do Metrô, direção Botafogo, pego na porta de casa e desfrutei de ar condicionado.

A primeira parada dele é em frente ao Jockey Clube. Antes de estacionar, observei centenas de pessoas fantasiadas, alegres, pós provável bloco de rua. Então ingressaram no ônibus dezenas de pessoas, a maioria fantasiada, cantando. Voltariam para casa ou outras pararam a fim de continuar a festança em outro "point".

O ônibus do Metrô parecia um trio elétrico! kkkkkkkkkk E a cada parada mais pessoas entravam. O ar não dava mais vazão, nem meus fones de ouvidos. O jeito foi aderir à música ambiente!

Como o transito estava lento, comecei a olhar as pessoas nas ruas, o que estavam fazendo, observei dentro de outros ônibus.

E pensei: - puxa, que bacana!

Por mais que se gaste com alguma fantasia ou bebidas, as brincadeiras nas ruas são gratuitas. Vem quem quer, participa quem desejar. É livre, é para todos, de todas as idades e para todos que estiverem na Cidade do Rio de Janeiro.

Não haviam fantasias elaboradas, eram todas inventadas, usaram a criatividade. Era muito engraçado. Ruas foram tomadas por multidão e carros não conseguiam passagem. Cadeiras de praia e churrasquinhos estavam nas calçadas. Podia-se ouvir uma conjunção de sons com mesma significação. A cidade estava sem regras, de um lado bom e de outro não, óbvio.


Eu li no jornal da manhã de segunda-feira sobre a falta de respeito às normas aplicadas nas praias, tais como: jogos de frescobol na beira-mar, em local e hora impróprios; venda de camarões por ambulantes; lixo jogados no chão ao invés das lixeiras. No domingo, durante a passagem da Banda de Ipanema, um rapaz de 20 anos foi esfaqueado no pescoço durante tentativa de assalto (felizmente está bem). Ao menos, a Prefeitura estava esperando que os "pipidódromos" masculinos surtissem efeito - banheiros que só cobrem a cintura dos homens.

Colacando o aspecto infortuno de lado, voltando ao foco da questão, o fato é que as pessoas de todas as idades foram aproveitar da melhor maneira possível os dias de Carnaval. E isso é bom demais!




segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Diferenças Sociais

Eu recebi um email com algumas imagens comparando a vida de dois mundos diferentes. Estar num lugar paradisíaco é tudo que queremos, mas devemos aprender com quem pouco tem que sempre é possível tirar algum proveito positivo de situações extremas e com muito bom humor.










domingo, 14 de fevereiro de 2010

Educação e Amor é...

Semana passada, eu recebi esta mensagem:


SIMONE,

FICO FELIZ EM SABER QUE DE CERTA FORMA CONTRIBUÍ
PARA O BEM ESTAR DE
SUA FILHA.
EXISTE UM DITADO EM INGLÊS QUE COSTUMO LEMBRAR:


" IF YOU THINK EDUCATION IS EXPENSIVE, TRY IGNORANCE ! "

Enviado do BlackBerry® da ...

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Se beber, não dirija !

O motorista do Corcel gritava freneticamente:

- Eu repito, cada um paga o seu!
- Eu repito, cada um paga o seu!
- Eu repito, cada um paga o seu!
- Eu repito, cada um paga o seu!
- Eu repito, cada um paga o seu!

Aquela propaganda que circula pelas ruas deveria ser respeitada:

- Se beber não dirija!






sábado, 6 de fevereiro de 2010

Colhemos o que Plantamos

O texto do vídeo e de Letícia Thompson não são os mesmos, mas a motivação que desejo passar é fantástica. Apreciem tudo, só fará bem.




Letícia Thompson

Colhemos o que plantamos.
Precisamos estar conscientes que tudo o que
fazemos tem uma repercursão um dia ou outro.

Mas colhemos também o que não plantamos.
Como estamos nessa terra imensa
que gira, gira e sempre volta ao mesmo lugar,
colhemos o que plantam
outras pessoas, feliz e infelizmente.

Colhemos o que plantam nossos filhos,
pais, amigos... e a sociedade de forma geral.
Todos os caminhos que escolhemos geram mudanças
nas vidas de outras pessoas e vice-versa.

Se fôssemos uma ilha, tudo estaria centrado em nós.
Teríamos o mundo em volta e sobreviveríamos.
Mas não... não somos uma ilha e precisamos uns
dos outros.

Uma ilha, por mais bela que seja, isolada no meio de
um oceano, sem dar e sem receber,
não passa de uma ilha solitária.

Não podemos viver sós, a sós, só pensar em nós.
Não fomos feitos pra isso. Precisamos de amor,
compreensão, do dar e receber, de mãos
estendidas e precisamos compartilhar.

O convívio com outras pessoas é enriquecedor e
acontece de ser também cheio de desapontamentos, o
que nos faz crer que seria melhor evitar relacionamentos.

Muitas vezes é justamente quando alguma coisa dói em nós
que nos sentimos vivos. Percebemos que ainda temos
sensibilidade, emoções que se afloram e nos fazem até chorar,
mas são elas que dão sentido à nossa vida.

Precisamos sentir a vida e os corações que pulsam dentro dela,
provar do amargo e do doce e ter a certeza de não estarmos sós.

A solidariedade é a ponte que vai nos ligando uns aos outros,
como uma grande corrente onde mãos se tocam e se sustentam e
dizem ao mesmo tempo: "preciso de você" e "pode contar comigo."

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Era uma vez uma menininha...

QUERO DEIXAR CLARO QUE ISSO SE TRATA DE ASSUNTO FICTÍCIO, NADA CORRELACIONADO A REALIDADE. QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA. SOLICITIDO A COMPREENSÃO QUE NENHUMA MENTE DESATINADA DERTURPE O SENTIDO QUE É APENAS LITERÁRIO.





Nicole Mone'le de Lancret





Danielle Fofolete de Barbarac






Gordonesa Rodmilla de Ghent






Darth Vader








Margarete Malígrina De Ghent






Todo mundo adora histórias como os contos de fadas com final feliz. Talvez pensem que estão lendo algum conto de suspense tipo Stephen King, não é bem isso. Até chegarem ao derradeiro final, tudo poderá melhorar; só que até o fim deste capítulo, que só Deus sabe quando o será, muitos acontecimentos irão rolar.


Elenco:

Danielle de Barbarac ou Fofolete: a Menininha
Nicole de Lancret ou Mone'le de Lancret: a Mãe da menininha
Darth Vader - ou o pai da menininha
Baronesa Rodmilla de Ghent ou Gordonesa Rodmilla de Ghent:
vulgo, a madrastavó
Margarete De Ghent ou Margarete Malígrina De Ghent: a meia-irmã
Barbie - ou Prima da menininha


Ever After - adorocinema

A História:

Era uma vez uma linda menininha (Danielle Fofolete de Barbarac) que nasceu para ser feliz. Era para ser. Então um dia, não longínquo, ela estava com sua madrastavó (Gordonesa Rodmilla de Ghent) e ligou para a sua mãe (Mone'le de Lancret):

- Mamãe, posso cortar os meus cabelos?!

A mãe da menininha levou um susto e pensou com seus botões:

"desde quando a madrastavó solicita alguma coisa, se só desrespeita?!!!" - respondeu:

- Seus cabelos estão maravilhosos, parece uma princesa, não quero que o corte, especialmente porque da ultima vez que sua madrastavó fez isso, ficou tudo torto e precisei consertar e por causa disso ficaram mínimos.

Sendo assim, a ligação foi desligada, porém a mãe da menininha tinha certeza que a madrastavó ia fazer algumas de suas malandragens, porque ela era do outro lado: o lado obscuro.

Só que à noite do mesmo dia, a menininha ligou para sua mãe, falava desesperadamente, porque seu paidrasto (Darth Vader) veio aborrecido do trabalho e resolveu descontar nela. O seu telefonema foi intereceptado e a garotinha resolveu ligar para sua prima adolescente (Barbie) pedindo socorro: "- papaidrasto está me ameaçando."

Sabiamente, a madrastavó lembrando que da ultima vez que isso aconteceu a mãe da menininha apareceu lá com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, tratou de levá-la para dormir na casa da meia-irmã de Cinderella (Margarete Malígrina De Ghent). E, claro, contou uma história para boi dormir à sua inocente netinha, lavegem cerebral sempre foi a sua especialidade.

Quando Mone'le de Lancret encontrou finalmente a sua filhinha, Cinderella, a madrastavó para não ser supostamente metralhada, nem saiu de dentro da portaria do prédio em que mora, porque rapidinho a mãe reparou os cabelos cortados e especialmente: tortos!!!

A mãe de Cinderella perguntou como aquilo aconteceu, ela informou:

- Minha madrastavó quem mandou... - triste, nem conseguia fitar sua amada mãe.

Mone'le de Lancret precisou levar a menininha diretamente para um cabeleireiro competente a fim de que, mesmo na lua minguante, acertar o outrora majestoso cabelo. Enquanto o profissional cortava os cabelos da menininha, esta ia falando pelos cotovelos, típico de quem tem menos de 10 anos. E entre tantas coisas, perguntou à sua mãe, em local público:

- É verdade que minha bisavó, sua avó, morreu internada num hospício?!

- Quem disse isso a você?!

- Darth Vader! E ele disse que por isso eu e você somos malucas. Ele me chamou de psicopata!

- Querida, na Europa é muito normal que pessoas de idade morem num asilo, a sua bisavó fez esta escolha. Ela morava num apartamento confortável que eu mesma fui visitar.

Imaginem só, a esta altura, a cara de todo mundo. A dona do salão sensibilizada por ser a segunda vez a assistir a mesma cena e por ouvir tamanha crueldade, deu um desconto no corte.

E por fim, enquanto mãe e filha regressavam para casa, sonhando em saborear um ótimo banho de piscina ao entardecer do típico dia carioca de 40°, Danielle Fofolete de Barbarac voltou a contar o quanto ficou apavorada sobre a ira de seu paidrasto, além dela brigar com ele quando o mesmo manifestou que desejava mandar internar no hospício tanto ela quanto a mãe.

Até o próximo capítulo, garanto aos leitores que ambas curtiram um maravilhoso banho de piscina, mesmo que o paidrasto deseje ardentemente colocá-las morando num lugar luxuoso, como ele já disse à Fofolete: - Rocinha, filhinha, conhece?!




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Justiça Brasileira condena Vítimas de Violência ao deixá-las abandonadas

Abaixo segue um pedido de "socorro" de mais uma vítima de violência doméstica . Fátima luta pelo bem estar de seus filhos que, assim como muitas, não são protegidos pela utópica "Justiça".

Aliás, a Justiça foi feita por Deus para que os homens pudessem proteger aqueles que dela precisassem. Dependendo do país, dependendo das condições financeiras, nem sempre quem diz a verdade é a verdade, nem sempre quem diz a mentira é a mentira.

Segundo Aristóteles, o termo "justiça" denota, ao mesmo tempo, legalidade e igualdade. Assim, justo é tanto aquele que cumpre a lei (justiça em sentido estrito) quanto aquele que realiza a igualdade (justiça em sentido universal) - frase retirada do Wikipédia.

A Justiça não está preparada para atender psicologicamente as vítimas, porque as deixam vulneráveis aos seus agressores que nunca param. Até chegar ao ponto de matar, como aconteceu com a Islaine, que em breve, todo mundo vai esquecer este caso.

O blog desta artesã fala, continuamente, sobre o tema "Violência".

(por Sissym)

A carta, veja AQUI, diz o seguinte e está sendo veiculada entre os amigos que a conhecem:


"Amigo (a):

Peço um favor, que você leia está carta até o final e deixe o seu coração tomar a decisão. Nessa carta exponho uma parte da minha vida: Meu nome é Maria de Fátima Jacinto, tenho 49 anos, sou mãe de três filhos, dos quais um faleceu em Janeiro de 2009. Somos meus filhos e eu, vitimas de violência doméstica.

Após a morte do Vinicius, nossa situação piorou bastante, nos sentimos encurralados, sem um lugar para nos movimentar.

Vivemos numa casa, que não é nossa, e não existe a menor chance de um dia ser. Somos ameaçados e humilhados, pelo meu ex-marido, o pai dos meus filhos. Somos tratados como se fossemos porcos em um chiqueiro, ele tem um padrão de vida altíssimo, mas nos deixa viver em uma casa de três peças sem portas internas, nem o banheiro tem porta, com uma fossa a céu aberto, e com entulhos que ele vai juntando e trazendo para cá de tudo quanto é espécie. Se jogarmos fora somos espancados e humilhados, não estamos mais suportando tamanha humilhação.

Tenho um blog onde falo mais profundamente da vida que levamos, deixo aqui o endereço caso você queira conferir. Procure os post mais antigos do blog, que é onde está sendo contada a minha vida. Aqui está o endereço do blog: http://araretamaumamulher.blogspot.com/

Pensei muito no que fazer, não quero parecer ser o que não sou por isso quero deixar claro que tenho um bom nível de escolaridade, só que vinte e cinco anos de humilhação e espancamentos acabou com toda a minha auto-estima, estou em tratamento psicológico, caso contrario não conseguiria fazer nem o blog nem está carta, tenha essa certeza.

Precisamos sair daqui o mais rápido possível, e não temos condições financeiras para isso. Então, resolvi pedir doações na Internet.

(...) deixo aqui também o numero da minha conta poupança caso alguém queira fazer uma doação maior: Caixa Economica Federal (pode ser efetuado em qualquer casa loterica e na maioria dos supermercados.)

Agência 3119
Operação 013
Conta poupança 8614-0
Maria de Fátima Jacinto

Quanto à justiça, ela é muito lenta e muitas vezes um psicopata consegue enganar um juiz, isso já aconteceu comigo outras vezes.

Por favor consulte o seu coração e se faça o que você achar que deve.
Conto com a usa ajuda. Se sentir vontade divulgue essa carta, me ajude.

Desde de já agradeço
Fique na Luz e na Paz
Maria de Fátima Jacinto
Uma Mulher
http://araretamaumamulher.blogspot.com/



E aí, precisamos de atitude!
Nunca se pediu tanto pela paz, nunca foi tão difícil obtê-la.
O poder judiciário precisa se reformular e socorrer todas as vítimas desta crueldade que mais parece uma doença que contamina!
O poder do dinheiro não pode ser maior do que o poder da razão.

Simone.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Sonho das Paulistanas

Se continuar a chover ... Não perca a elegância .....



Moda especializada para atender clientes que moram
em cidades cosmopolitas castigadas com as chuvas.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Dia da Internet Segura - Vamos divulgar

Dia da Internet Segura - Brasil - 2010



Estive visitando o site de uma blogueira muito atuante: Gisela Bündchen e ela está divulgando o Dia da Internet Segura. Como é um assunto de suma importância para todos nós, blogueiros e usuários, estou colaborando para que tenhamos conscientização.



o Dia da Internet Segura (Safer Internet Day) tem como meta promover a utilização segura da Internet e mobiliza países de todo o mundo. A INSAFE, rede patrocinada pelo programa Safer Internet Plus, da Comissão Européia, é a idealizadora do projeto. Ela agrupa organizações que se dedicam à promoção do uso consciente deste meio de comunicação.

Em 2009 foram 50 países participantes do evento. No próximo dia 09 de Fevereiro de 2010 serão realizadas atividades educativas e de prevenção ao redor do mundo. O tema, que muitos blogueiros vão gostar de saber, será: "Pense antes de postar".

Todos poderão obter maiores informações aqui:


A minha atual preocupação é a mesma de muitos de vocês e deste programa: proteger especialmente crianças e jovens que cada vez mais cedo estão acessando informações através da Internet. o Programa visa capacitar e proteger este grupo de usuários, sensibilizando e lutando contra conteúdos ilegais e nocivos online.

Apoiem este programa.