Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

quinta-feira, 18 de março de 2010

Sonho Estrelado













Olhando o céu estrelado
Relembro o Deus cintilar
Imagino o amor ilustrado
Onde fez sonhos intentar
Natural, a contemplação

Imaturo é sua normalidade
namorador de tal solicitude

Filho do gigante dos mares
exímio, trabalhos manuais
livre, é dos mais populares
insaciável, não pára jamais
zeugma absorta conotação.

Semeado e flambada paixão
energia lapidada por emoção
reflete a realidade da solidão.

(por Sissym)

Eu caminho vivo no
meu sonho estrelado.
-Victor Hugo

O maior prazer está
na contemplação.
-Leonardo da Vinci

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

8 comentários:

  1. Linda, Fadinha!!!
    Poesia "lapidada por pura emoção".

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida fadinha Sis,

    Lindo poema!!
    Cheio de emoção, que transcende o sonho, se torna em razão e termina em solidão.

    Parabéns querida!
    Beijo no coração.
    Carinhoso e fraterno abraço,
    Lilian

    ResponderExcluir
  3. Linda poesia, parabéns!!
    Mas será mesmo que o prazer encontra-se apenas na contemplação?
    Não sei se concordo com Da vinci!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sissy my darling, Whenever I look at the stars at night, I think of you.
    Beijos doces
    Love, Craig

    ResponderExcluir
  5. passei aqui, e li o poema. super interessante.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Em tentar escrever, escreveu
    Conseguiu no poema intentar sonhos
    Bem tentados, tentadores
    Bom de ler.

    Beijo,

    Ivan Bueno
    blog: Empirismo Vernacular
    www.eng-ivanbueno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Antes de tudo, que bom saber que conquistei tua amizade...
    mas, acontecem coisas e coisas. Não dei um tempo nos meus blogs, por um motivo, mas por sucessões de motivos. E chegou um momento que me perdi um pouco. Cansei simplesmente, para ser mais exato. mas continuo fazendo meus poemas(?) ou apenas narrando as sensações que vivo. Apenas um poeta do dia seguinte...
    Que bom que vc fez uma poesia inspirada num desses momentos meus, passados e vividos...
    E que bom tambem que voce está por aí, brincando com as palavras, nesse teu modo bonito de escrever.
    E sobre o paragrafo de ser visto e sentido, concordo plenamente contigo. A diferença é que passo sempre dos limites, ou apenas , o que é limite???
    Respiro fundo..... sempre !
    Beijos pra vc tb
    Maurizio Bersani

    ResponderExcluir
  8. Que lindo fadinha, que lindo!!

    Nada mais a acrescentar. Só sentir mesmo!!

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada