Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Era uma vez uma menininha...

QUERO DEIXAR CLARO QUE ISSO SE TRATA DE ASSUNTO FICTÍCIO, NADA CORRELACIONADO A REALIDADE. QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA. SOLICITIDO A COMPREENSÃO QUE NENHUMA MENTE DESATINADA DERTURPE O SENTIDO QUE É APENAS LITERÁRIO.





Nicole Mone'le de Lancret





Danielle Fofolete de Barbarac






Gordonesa Rodmilla de Ghent






Darth Vader








Margarete Malígrina De Ghent






Todo mundo adora histórias como os contos de fadas com final feliz. Talvez pensem que estão lendo algum conto de suspense tipo Stephen King, não é bem isso. Até chegarem ao derradeiro final, tudo poderá melhorar; só que até o fim deste capítulo, que só Deus sabe quando o será, muitos acontecimentos irão rolar.


Elenco:

Danielle de Barbarac ou Fofolete: a Menininha
Nicole de Lancret ou Mone'le de Lancret: a Mãe da menininha
Darth Vader - ou o pai da menininha
Baronesa Rodmilla de Ghent ou Gordonesa Rodmilla de Ghent:
vulgo, a madrastavó
Margarete De Ghent ou Margarete Malígrina De Ghent: a meia-irmã
Barbie - ou Prima da menininha


Ever After - adorocinema

A História:

Era uma vez uma linda menininha (Danielle Fofolete de Barbarac) que nasceu para ser feliz. Era para ser. Então um dia, não longínquo, ela estava com sua madrastavó (Gordonesa Rodmilla de Ghent) e ligou para a sua mãe (Mone'le de Lancret):

- Mamãe, posso cortar os meus cabelos?!

A mãe da menininha levou um susto e pensou com seus botões:

"desde quando a madrastavó solicita alguma coisa, se só desrespeita?!!!" - respondeu:

- Seus cabelos estão maravilhosos, parece uma princesa, não quero que o corte, especialmente porque da ultima vez que sua madrastavó fez isso, ficou tudo torto e precisei consertar e por causa disso ficaram mínimos.

Sendo assim, a ligação foi desligada, porém a mãe da menininha tinha certeza que a madrastavó ia fazer algumas de suas malandragens, porque ela era do outro lado: o lado obscuro.

Só que à noite do mesmo dia, a menininha ligou para sua mãe, falava desesperadamente, porque seu paidrasto (Darth Vader) veio aborrecido do trabalho e resolveu descontar nela. O seu telefonema foi intereceptado e a garotinha resolveu ligar para sua prima adolescente (Barbie) pedindo socorro: "- papaidrasto está me ameaçando."

Sabiamente, a madrastavó lembrando que da ultima vez que isso aconteceu a mãe da menininha apareceu lá com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, tratou de levá-la para dormir na casa da meia-irmã de Cinderella (Margarete Malígrina De Ghent). E, claro, contou uma história para boi dormir à sua inocente netinha, lavegem cerebral sempre foi a sua especialidade.

Quando Mone'le de Lancret encontrou finalmente a sua filhinha, Cinderella, a madrastavó para não ser supostamente metralhada, nem saiu de dentro da portaria do prédio em que mora, porque rapidinho a mãe reparou os cabelos cortados e especialmente: tortos!!!

A mãe de Cinderella perguntou como aquilo aconteceu, ela informou:

- Minha madrastavó quem mandou... - triste, nem conseguia fitar sua amada mãe.

Mone'le de Lancret precisou levar a menininha diretamente para um cabeleireiro competente a fim de que, mesmo na lua minguante, acertar o outrora majestoso cabelo. Enquanto o profissional cortava os cabelos da menininha, esta ia falando pelos cotovelos, típico de quem tem menos de 10 anos. E entre tantas coisas, perguntou à sua mãe, em local público:

- É verdade que minha bisavó, sua avó, morreu internada num hospício?!

- Quem disse isso a você?!

- Darth Vader! E ele disse que por isso eu e você somos malucas. Ele me chamou de psicopata!

- Querida, na Europa é muito normal que pessoas de idade morem num asilo, a sua bisavó fez esta escolha. Ela morava num apartamento confortável que eu mesma fui visitar.

Imaginem só, a esta altura, a cara de todo mundo. A dona do salão sensibilizada por ser a segunda vez a assistir a mesma cena e por ouvir tamanha crueldade, deu um desconto no corte.

E por fim, enquanto mãe e filha regressavam para casa, sonhando em saborear um ótimo banho de piscina ao entardecer do típico dia carioca de 40°, Danielle Fofolete de Barbarac voltou a contar o quanto ficou apavorada sobre a ira de seu paidrasto, além dela brigar com ele quando o mesmo manifestou que desejava mandar internar no hospício tanto ela quanto a mãe.

Até o próximo capítulo, garanto aos leitores que ambas curtiram um maravilhoso banho de piscina, mesmo que o paidrasto deseje ardentemente colocá-las morando num lugar luxuoso, como ele já disse à Fofolete: - Rocinha, filhinha, conhece?!




Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

15 comentários:

  1. nossa miga..
    que luta complicada essa contra as forças do mal..
    mas o bem sempre vence o dia q a meninina puder fazer sua escolha vira correndo de braços abertos para seu verdadeiro lugar..
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Um grande elenco para uma peça bem idealizada, muito bom está de parabéns pelo post. Estamos aproveitando e seguindo seu blog, e iremos levar o blog para divulgação em nosso blog. Bom fim de semana. Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  3. Sissy

    Que comovente historia!Pessoas malvadas ,existem sim,em todo o mundo.
    Esepero que tenha um final feliz!

    Bom fim de semana,amiga minha

    beijnhos
    joana

    ResponderExcluir
  4. Essa felicidade a que ela está predestinada a ter está reservada. Logo logo vocês poderão desfrutá-la. Uma pena que até lá tenham que passar por tudo isso.

    ResponderExcluir
  5. Sissyn
    Eu adoro historias de princesas, quando era criança, lia varias vezes os livros de branca de neve, a bela adormecida, rapunzel e me imaginava sendo uma delas.Com certeza, mesmo que depois de muito sofrimento elas vão ter um final feliz.Na vida temos que aprender a dar amor, aqueles que só nos dão ódio, inveja, pois isso vai faz um bem danado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Cânticos 8:7 - As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.
    Gisela
    (via dihitt)

    ResponderExcluir
  7. Não sei qual será o final, mas sei que irei torcer para que Vader não vença e que a madrastavó deixe de fazer suas lavagens cerebrais.
    Estarei acompanhando os próximos capítulos.
    Não se esqueça que "a força está com você", ou melhor, vocês.

    Um forte abraço!
    sergiomsoares
    (Via dihitt)

    ResponderExcluir
  8. geralmente nos contos de fadas as histórias terminam com um final feliz, por isto que atraem as crianças e adultos .Espero que esta também ,a paz
    http://ismaelitanasc.blogspot.com/
    (via dihitt)

    ResponderExcluir
  9. We all know what happens to 'Darth Vader' types! I eagerly await the next chapter and the happy ending. Love, Craig....@the Freddy P. Hosp Home for the very nervous, room 217.

    ResponderExcluir
  10. Craig, as far as I know, who enters this # 217 can take daily shocks, since they are mental potential and they are quite dangerous to society.

    ResponderExcluir
  11. Saudações!
    Que Post Fantástico
    Amiga Sissym, parabenizo-a pela construção da grande história, e com certeza será um trabalho e tanto. Vou ficar torcendo que tenha um final muito feliz. Afinal o bem e a verdade devem prevalecer!
    Parabéns pelo excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  12. Eita, fico imaginando a respiração do Darth Vader enquanto ela usava o telefone.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá minha querida amiga Sis,

    Esse lindo conto de fadas(na construção), e triste(na essência de alguns personagens) está sendo apresentado a nós, expectadores, por uma mãe amorosa, forte, que tem de lutar contra as forças poderosas do mal para salvar sua pequena princesa das garras de um paidrasto malvado, perigoso e poderoso, acobertado pela avódrasta malígna, também poderosa. É a história de um drama comovente vivido por duas pessoas, que estão praticamente sós, buscando uma solução junto à sociedade, uma vez que os órgãos governamentais não a levam em consideração, como é hábito nesse reino onde residem.

    É um conto real?
    É um conto fictício?
    Não sei.... ou sei?
    De qualquer forma, real ou fictício, meu desejo é que essa história: "era uma vez uma menininha..." tenha um fim lindo como todos os contos de fadas, e que após as tormentas e tsunamis por quais passarem, restem apenas as lembranças de que conseguiram superar os obstáculços que lhes foram impostos, auxiliadas por uma legião de anjos/amigos que as acolheram em seus corações e as motivaram a seguir adiante e as ajudaram a ultrapassar as barreiras.

    Esse, o meu desejo...
    Conte comigo para o que der e vier...
    Carinhoso e fraterno abraço,
    Lilian
    (via dihitt)

    ResponderExcluir
  14. Querida Sissym!
    Eu adoro ser avó e, minha norinha me adora também, viu? Portanto, pena a gente não estar mais pertinho pra eu poder dar um carinho pra esta princesinha...porque, você sabe, eu adoro histórias infantis. E como acredito em fadas,estou torcendo para que, todos os espíritos da natureza se unam numa energia muito luminosa, para proteger a menininha e a princesa desta história.
    Mas olha só! Faça amizade com alguma feiticeira, ou aprenda algum segredo da bruxa, e então, envie forças pra esta fadinha, pois assim, se ela precisar virar a mesa e chutar o pau da barraca, terá nas mangas alguma "bruxaria das boas" ( ou pelo menos se sentira mais forte).
    Uma vez me disseram que, às vezes, a gente precisa fazer cara bem feia, mas bem feia mesmo ( empreste uma máscara horrenda pra esta mamãe), pra encarar os monstros e assustá-los. E sabe que às vezes, funciona?
    Beijo, e vamos torcer juntos pra esta história acabar muito bem!
    Beijo,da feiticeira, digo...Vera.

    ResponderExcluir
  15. Olá amiga Sissym, estou esperando o próximo capítulo. Amiga acho essa menininha linda e especial, também acho que mãe e filha vão tirar de letra as maldades que estão fazendo com elas, além de se tornarem mais unidas.
    Não consegui deixar comentário no seu blog, vou ver o que é isso.

    Bjão
    Claudinetto
    (via dihitt)

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada