Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Nua e Ingênua


















Assim, logo cedo, ouvimos os pássaros
cantam alegremente na nossa janela
abrimos as cortinas, o dia já está claro
o sino toca suavemente lá na capela.

Precisamos sair, de café serviremos
a noite de ontem não foi suficiente,
mais prazer ainda nos saciaremos
o ar ficou denso, tudo está quente.

Outra vez, loucamente suspiramos
descansou sua cabeça em meu colo
precisamos sair, mas nos amamos!
Está na hora... nos arrumemos logo.

Todos estão aguardando meu desfile
a casa, as calçadas, o asfalto da rua
os vizinhos, parentes, a festa do baile
por ora estou nua da alma ingênua.

Um banho apressado, lanche tomado
a bagunça ficou para depois arrumar
o caminho é traçado pelo namorado
alegria instalou-se, vamos aproveitar!

(por Sissym)



O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.
-Carlos Drummond de Andrade

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

17 comentários:

  1. Sissy my dear, I feel that I am right there with my love when I read your beautiful words of sensual longing for each other!...Muitos Beijos Doces.....Craig

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo querida...
    Quando amamos flutuamos, naturalmente nos esbaldamos em anseios e delirios.
    Parabéns por mais esta linda poesia.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. ..as well as quite a dream we want and becomes real...

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito o poema, o amor é lindo rs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Sissym , passei pra deixar um abraço e desejar que o Senhor te dê um final de semana esplêndido.
    Xau :)

    ResponderExcluir
  6. SAUDAÇÕES!
    AMIGA SYSSIM,
    É muita inspiração reunida num Poema belíssimo!
    Um ótimo feriado para você e os familiares!
    Parabéns pelo lindo Post!
    Abraços!
    Lison.

    ResponderExcluir
  7. No final, fiquei com inveja do Drummond.
    Mas não vou ficar me roendo de inveja não:

    "O mar é tão vasto, tão pleno,
    e suas ondas se agigantam sobre a janela,
    Só pra ver esse seu ventre que se desvela
    Sob o lençol, já deveras pequeno.

    O Amor é tão casto e tão sereno
    E seus braços nos envolvem em paz singela.
    Mas precedido pela Paixão, sempre sentinela
    De que o Fogo não se torne em veneno.

    No teu Mar o meu pasto, puro ou obsceno;
    Em tuas ondas me afogas, mesmo à luz de vela.
    És água da Vida, onde a brasa se anela,
    calma, perseverante, ao meu bravio terreno."

    Obrigado Musa por fazer nascer mais uma pérola!!

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  8. Muito linda a poesia, Sissym. Adorei.

    Achei que era outra pegadinha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Pássaros, movimentos, rua, bagunça, todos os elementos combinados em versos bem estrturados.

    Parabéns

    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Oi Sissym!

    Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

    Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

    Abraços em Cristo e Paz!

    Danilo

    http://www.genizahvirtual.com/

    ResponderExcluir
  11. Someone fall in love . That is beatiful :)

    ResponderExcluir
  12. Cada comentário como uma dádiva para eu continuar escrevendo sem parar... orbigada!

    ResponderExcluir
  13. Gostei Muito...Parabéns.
    Aproveitem e Der uma Olhadinha no Meu blog.

    http://levandonopapo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Nem precisa mais de estímulo, parar never. jarossi

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada