Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sábado, 15 de agosto de 2009

Poema de Mario Quintana

Eu tenho uma amiga que é um docinho, quando dá vou visitá-la nas páginas virtuais e ela idem, descobri que moramos perto... agora só falta um encontro para tomarmos um café ou algo refrescante. A querida Nanda Nogueira postou este poema. Ele é tão bonito e verdadeiro que repito aqui para todos que deste pensamento precisar, parar, ler, pensar e seguir adiante.


"Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz
com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar,
não precisar dela.
Percebe também que aquele alguém que você ama
(ou acha que ama) e que não quer nada com você,
definitivamente não é o alguém da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e,
principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas...
é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas,
você vai achar não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!"

Mário Quintana

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

9 comentários:

  1. Sissy, puxa, fiquei até emocionada! Esse poema do Quintana é uma sacudida e tanto, né não? Obrigada, amiga, topo o café! Quando e onde? hehe... Beijo! Nanda Nogueira

    ResponderExcluir
  2. Nanda, eu senti realmente uma sacudida no meu coração... respirei fundo depois!
    Depois vamos trocar tel no FB!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Grande Sissy, tem muita gente não cuidando do jardim .... só quer ganhar flores.

    ResponderExcluir
  4. Lindíssimo! Muito tocante.

    Beijos
    Luísa

    ResponderExcluir
  5. Adoro Mário Quintana e concordo com ele nessa poesia ao dizer que devemos não precisar da pessoa que gostamos. Isso é difícil quando se descobre apaixonado, é quase que uma dependência. Mas, se aprendermos a ser livres mesmo estando com alguém, acho que aí de fato seremos felizes.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que, somos amadas quando nos amamos primeiro.Lindo poema de Quintana!

    ResponderExcluir
  7. Sissym,

    Esse é o meu lema. Se não nos amamos, como poderemos amar alguém? Respiro esse poema que já está impregnado no meu ser.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. lindo demais, Sissym... adoro Mario Quintana. Este poema é verdadeiro, precisamos cuidar do nosso jardim. Forte abraço!

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada