Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Curtir a Cútis













Quando imaginei saciar meus desejos
neste tom que nunca os olhos pairei?
Certa de que antes não houve ensejo
timidamente, agora, eu lhe devorarei.

Vorazmente meus dedos percorrerão
madura cútis, é nela que eu sonharei.
Tocante presságio de minha indecisão
devido ao plágio de outra vista alheia.

Sentir sabor combinante café com leite
nossas cútis são deste modo diferentes
o que atrai e magnetiza sensual deleite
suave nas palavras, no vigor, potentes.

Como podemos viajar nas sensações?
Daquilo que nunca se viu nem se tocou!
Ardentes devaneios, nossas abstrações,
Ver-te em versos, sem pele, me animou!

(por Sissym)

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

2 comentários:

  1. Linda adorei, quando o ser humano começa a descobrir os prazeres mínimos, acaba transformando em prazeres máximos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sissym,

    Belíssimo poema ! Gostei muito.

    Sensualidade declarada de maneira sutil, característica dos grandes poetas.

    Mais uma vez eu lhe digo : que inspiração maravilhosa que você tem !

    Um abraço.

    Nelson

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada