Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

quinta-feira, 4 de junho de 2009

A Corrente Virtual

Dedico esta poesia aos amigos de ontem e de hoje que espontaneamente desejam e tentam apoiar uma delicada causa:
violência doméstica.
Digam não! Denunciem! Apoiem!
Saibam o quanto palavras são preciosas.

Obrigada RUY, você é um dos amigos virtuais que Deus colocou na minha trajetória. Eu nem esperava, mal nos falamos, e delicadamente apareceu!













Numa corrente de liderança
mágoas diluem facilmente
sempre há nova esperança
eu luto, muito, bravamente

Então, flutuo na correnteza
águas límpidas e cristalinas
protegida atrás da fortaleza
a verdade é minha doutrina

Virtuais amizades selam elos
solidificando exclusivamente
protegendo contra pesadelos
trabalhando paralelamente

O coro de vozes ressonantes
das mazelas que nos feriram
o orgulho e a honra restantes
há forças que agora ouviram

Pouco-a-pouco se aproximam
num ato de total solidariedade
expondo vidas e fatos relatam
as necessidades da humanidade

Nossos corpos pleteiam respeito
dignidade requer a lei aplicável
condições humanas por direito
é questão universal inesgotável.

(por Sissym)

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

9 comentários:

  1. Saudações!
    Amiga Sissym,
    Um poema profundo que reverbera o grito da incansável busca do respeito e liberdade com o apoio de letras digitais emitidas pelos teclados dos amigos virtuais...O poema "A Corrente Vitual", contém 100 palavras. E cada palavra representa o ELO inquebrável que sustenta a guarida, une a mão amiga, produzindo a força imorredoura em defesa da honra das vítimas da brutal violência doméstica!
    Parabéns pela bela mensagem!
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Bonito poema, amiga! Você tem mesmo o dom de lidar com as palavras e encaixá-las no lugar correto a fim de transformá-las em uma obra-prima.

    Parabéns!

    Beijos,

    André

    ResponderExcluir
  3. Seu talento consegue transformar situações adversas em lindos poemas. Continue firme e não desista de lutar pelo seu direito. Um dia quem sabe tenhamos um país onde as vítimas sejam defendidas e não o contrário como é praxe.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sempre apoiada em sua luta (que na verdade é nossa) contra a violência doméstica (na verdade toda violência!).

    Bjaum

    ResponderExcluir
  5. Quero dizer que gostei muito da poesia parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Sissym...
    Belo retrato, sem palavras o poema diz tudo.
    A foto foi também muito bem escolhida.
    Uma boa noite Beleza ;)
    Ruy*

    ResponderExcluir
  7. Lison, vc contos as letras? Nossa nem sabia!
    Que máximo! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Sissym,

    A sua capacidade de fazer das adversidades, poesias, me enchem de esperança de um dia termos um mundo melhor.

    Cris

    ResponderExcluir
  9. A violência doméstica é algo que não deveria mais existir.
    E bonito poema, retratou tudo muito bem.

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada