Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Duas Fases

Rompantes virtuais
sentimentos quase canibais
Tomam na obscuridade dois pólos
como elementos essenciais.
Cada um pede colo
Cada um quer um amor
Que desabonador...
Promessas, juras, alegrias
passam os dias
e toda a euforia
desaba.
No mundo virtual
fala-se com mais
é demais
querer demais
tudo é casual
tudo é sensual
tudo é passional.
No sonho do amor eterno
No sonho do sorriso sem dor
É possível um final feliz
É possível um final inspirável.
Louvável. Questionável.
E também amador,
indócil, insonhável,
e amargurável.
Total esta ambivalência
num único mergulho
de conotação virtual.
Então, volto ao ponto de partida
estou novamente sofrida
sonhando, divagando,
sem rumo, sozinha
sem nenhuma companhia,
num mundo de despedida.

(Sissym)

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails Related Posts with Thumbnails

12 comentários:

  1. O mundo virtual nos leva a rompantes de todos os tipos, penso que é fácil porque aqui estamos de coração aberto, mais dispostos a acreditar nas pessoas e também em nossos sonhos.
    Sua reflexão poética está além de bela, bastante profunda. Gostei muito Poetisa!
    Beijinhus

    ResponderExcluir
  2. Bela poesia, Sissy.
    O mundo virtual, como o não-virtual tem seus prós e contras e acredito que realmente as pessoas se abrem com mais facilidade e sinceridade. Já aquelas que mentem não conseguem se relacionar por muito tempo. Como no mundo não-virtual a mentira tem perna curta, então no balanço geral o virtual tem bem mais prós que contra. :-)
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Agradeço aos amigos tão especiais os comentários!

    ResponderExcluir
  4. A segunda poesia sua que leio hoje, ambas bastante bonitas, mas em comum uma certa tristeza.

    ResponderExcluir
  5. Estavas inspirada, gênia! Adorei a poesia, o mundo virtual é fascinante e assustador ao mesmo tempo. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Você abre as comportas do sentimento em forma de poesia, que arte! No mundo virtual podemos esculpir nossos desejos exatamente como e quando queremos, em paixões, alegrias, curiosidades, zueira e mais uma infinidades de estado...mas nada substitui um calorzinho humano, aconchego de peles, aquela horinha que qualquer arte intelectual é desnecessaria!
    Felicidades em tuas companhias...abraço.

    ResponderExcluir
  7. Sissy,
    O Joselito fez um importante comentario,tambem senti nesses dois poemas,uma certa tristeza,que talvez os deixaram ainda mais ternos,a Dani tambem destacou outra coisa importante,esse é um mundo fascinante e assustador ao mesmo tempo,concordo com ela.
    Beijos,amiga.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Sissy! A poesia é o remédio para a alma, o encantamento do espírito e o refúgio dos sentimentos. Com esses seus poemas, nos torna mais suave o nosso dia e a nossa noite, transforma em algo totalmente dominado aquilo que nos assombrava. A sua poesia é divina!

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  9. É possível um final feliz.
    Com certeza se dará um final feliz porque não existe amor virtualmente falando a unica coisa que existe é o amor em si, a maneira de se apaixonar que pode ser virtualmente dito então se há amor aos dois, os dois sente isso é amor verdadeiro...

    ResponderExcluir
  10. Aos amigos acima, que fui tê-los em seus blogs, novamente agradeço os comentários. É muito gratificante ler, porque faz pensar e acrescentar.

    ResponderExcluir
  11. Quando falei com você sobre construir um blog, nunca pensei que você fosse tão longe em tão pouco tempo. Não que você não fosse capaz, apenas por que eu acho muito dificil a arte de escrever. Mas como me enganei, em tudo que você escreve sinto transbordar sentimento, parece que tudo aflora com facilidade, seus escritos são jogados, como o mar joga as ondas sobre areia da praia... parece tão fácil escrever... Nos gostamos mais quando nos identificamos com o que lemos. Assim como identifico com José J. Veiga ou Manoel de Barros ou Maiakovisk. Gosto muito do que leio aqui, agora, me identifiquei com seus poemas, é só.

    ResponderExcluir
  12. Puxa, Victor, vc colocou uma frase aqui de um tema que ainda vou postar, só não sei se virá como poema ou texto! Surpresa!

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada